SPFW Inverno 2016 – Último dia

Haaaaaaaa terminou… Hoje foi o último dia dos desfiles e posso dizer que fechou com chave de ouro!  Até teve um pastor belga de capa branca que chamou a atenção no desfile da Ratier (foto na galeria do desfile) . Não houve uma pessoa que não se rendesse às graças de Nakam, e o cachorro ganhou até cachê. R$ 200 foi o valor que o peludo abocanhou, ou melhor, que Edivaldo de Sousa, seu adestrador, levou.

Veja um resumo do que rolou no último dia…

Desfile Giuliana Romanno

Giuliana Romano abriu o último dia de desfile desta edição do São Paulo Fashion Week na galeria Rabieh, no Jardins. Ela disse que pensou em uma mulher livre, que transita por várias atmosferas, uma pirata urbana com espíritos dos antigos corsários. Seu desfile apresentou peças clássicas mostrando lindos bordados aplicados em uma parte ou outra da roupa, vazados e recortes sobre vestidos e casacos de lã, em sua maioria pretos.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Desfile Patricia Viera

Sobe o tema “Deserto do Atacama”, Patricia impressionou ao mostrar do que é capaz de fazer com o couro e a lã. Técnicas manuais perfeitas e de encherem os olhos, ela criou estrelas bonitas de couro aplicadas em vestidos, caprichou em saias mídi e calças flare.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Desfile Wagner Kallieno

Wagner Kallieno se inspirou no movimento glam rock surgido no final dos anos 60, início dos anos 70 para sua não coleção. Dois vestidos chamaram a atenção, o segundo da foto e o azul super acinturado que destacam a silhueta. Comprimentos mini e mídi foram destaques no desfile.

1 2 3  5 6 7 8 9 104

Desfile Ratier

Ratier, estreante no São Paulo Fashion Week  escolheu “Guerreiros” como tema e o couro e tricô apareceram em destaque outra vez. Destaque para as peças cinzas como a bermuda que quase vira uma saia e a camisa bem cortada que garantem um look contemporâneo e para mulheres macacões e skinny justíssimos, além de vestidos e shorts de couro sem acabamento nas mangas e barras, o que dá um ar mais despojado.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Desfile Colcci

Os anos 70 invadiram a passarela da Colcci para este inverno 2016, a  melhor parte vem logo no começo, com uma sequência de vestidos, saias e casacos jeans. A cartela de cores vem mais fechada, em tons de camelo, azul marinho, verde militar e vermelho.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Desfile Amapô

A Amapô sabe como ninguém dar aquilo que o povo quer em um final de temporada, que é dar show! Pitty Taliani a Carô Gold contaram uma história de amor entre dois góticos/vampiros vitorianos que não possuem gênero.
Aliás, este foi um assunto recorrente nesta temporada. Ronaldo Fraga, João Pimenta, Apartamento 03 fizeram suas representações sobre o tema, mas a Amapô foi além, levando à passarela transexuais vestidos ora de “mulher” ora de “homem”. O couro foi o material mais usado na coleção, principalmente para os homens.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Uma Última Imagem…

spfw-inverno-2016-bienal

É com a foto de uma sala vazia e os refletores acesos que o SPFW se despede da 40ª edição do evento e das comemorações de seus 20 anos. O balanço geral é de otimismo. Mesmo em tempo de crise, sempre haverá luz no fim do túnel ou da passarela. Até a próxima temporada!

 

 

Fonte: Site Oficial SPFW

 

 

Um beijo e até a próxima!heart-1

Share This:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.